06/10/2015

[Opinião] Ugly Love


Sinopse:
Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.
O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

Opinião:
Há muito tempo que eu não lia um livro e ficava desta forma presa à história.
O romance gira em volta da Tate e Miles. Tate é uma mulher que se muda para o apartamento do irmão e conhece os amigos pilotos dele. Um deles é Miles.
Confesso que mal li as duas tão badaladas regras dele, imaginei uma série de justificações possíveis. Entre elas, estava a que ele era um daqueles homens que não presta, que não quer compromisso e que só quer saltar de mulher em mulher.
Essa era a minha ideia inicial, mas tudo deu uma reviravolta ao ler o livro.
Em paralelo à história no presente, que é do ponto de vista de Tate, temos o ponto de vista do Miles no passado.
A descrição do passado vai mostrando os motivos pelos quais, Miles é o que é no presente.
Mais uma vez, fui imaginando vários motivos para ele negar qualquer sentimento positivo na vida dele. Mas novamente enganei-me e vocês vão conhecer o motivo pelo qual ele foge do que sente, a sete pés.
Achei que Tate, fez os possíveis e impossíveis para lidar com tudo o que lhe foi posto pelo caminho.
Miles, suportava uma culpa excessiva, embora justificada.
Rachel, eu realmente não fiquei com uma opinião tão positiva a respeito dela. Achei que houve coisas desnecessárias, mas a autora assim fez e resultou numa história muito interessante e que surpreende o leitor.
Ao menos foi o que aconteceu comigo, não imaginava que tivesse sido aquele o passado de Miles.
Recomendo a leitura, para quem gosta de um romance, com drama e cenas hot.
Mas uma coisa se retira desta história, não importa o quão horrível são as coisas pelas quais passamos. Sempre há uma forma de tudo melhorar. Leve o tempo que demorar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

DevRochester. Com tecnologia do Blogger.