02/06/2014

Por mais ninguem Sentida

A dor de te perder 
Consome o meu ser 
Foi tão repentina a tua partida 
Que a minha vida na tua morte ficou envolvida. 

Frustração enorme que me destrói 
Relembrar o emancial de essências 
que nesta vida deixas-te e 
que no meu âmago se corrói 

Ninguém te ouviu 
A tua presença sucumbiu 
Exasperação de uma entristecida 
Por mais nínguem sentida

1 comentário:

DevRochester. Com tecnologia do Blogger.